Dengue: Em Canoinhas os casos seguem avançando

A dengue está avançando em Canoinhas. Já foram coletadas no município, 481 amostras suspeitas para o mosquito Aedes aegypti pelo setor de Controle de Endemias do Ambulatório de Epidemiologia da Secretaria de Saúde do Governo de Canoinhas somente esse ano.

 “A doença é séria, faça a sua parte”

Canoinhas registra 61 pessoas contaminadas com dengue e duas com chikungunya. A Secretaria de Saúde confirmou 76 focos do mosquito que transmite dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela.

A prefeitura está fazendo vistoria nos imóveis das redondezas: “mas pelo crescimento do número de focos a população claramente não vem fazendo a sua parte”, lamentam as autoridades.

Há registro de focos do Aedes aegypti em Marcílio Dias, nos bairros Alto das Palmeiras, Boa Vista, Centro, Industrial I, Sossego, Piedade.

PARA EVITAR A PROLIFERAÇÃO DO AEDES AEGYPTI:

  • * Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • * Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • * Mantenha lixeiras tampadas;
  • * Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • * Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • * Trate a água da piscina com cloro assim como limpe-a uma vez por semana;
  • * Mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • * Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • * Retire a água acumulada em lajes;
  • * Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheirosb pouco usados;
  • * Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • * Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
  • * Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Epidemiologia, 3622-8416