Dengue: Canoinhas registra 12 casos confirmados

O setor de Controle de Endemias do Ambulatório de Epidemiologia da Secretaria de Saúde do Governo de Canoinhas informa que três novos casos de dengue foram confirmados no município. Todos os pacientes possuem histórico de viagem.

O ambulatório aguarda ainda o resultado de oito exames. “Dezenove casos foram descartados por exame laboratorial”, informa a bióloga Cristina Brandes Grosskopf.

A dengue é transmitida pelo Aedes aegypti e Aedes albopictus que podem ser hospedeiro ainda da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela.

 “Chegamos a 12 pessoas infectadas. Com a circulação deste vírus e sabendo que temos foco do Aedes aegypti nós ficamos sentinelas”, alerta Cristina.

Canoinhas já confirmou neste ano também caso de chikungunya. O paciente também tinha histórico de viagem.

PARA EVITAR A PROLIFERAÇÃO DO AEDES AEGYPTI:

  • • Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;
  • • Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
  • • Mantenha lixeiras tampadas;
  • • Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
  • • Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
  • • Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
  • • Mantenha ralos fechados e desentupidos;
  • • Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;
  • • Retire a água acumulada em lajes;
  • • Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados;
  • • Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;
  • • Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;
  • • Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Epidemiologia, 3622-8416.