Dia da Imigração Japonesa no Brasil

Dia 18 de Junho marca o Dia da Imigração Japonesa no Brasil. Os primeiros japoneses chegaram ao país pelo navio KasatoMaru, no porto de Santos (SP), em 18 de junho de 1908. Havia 761 imigrantes para trabalharem nas fazendas de café no interior do estado paulista.

Em Santa Catarina, os japoneses começaram a formar colônias agrícolas a partir de 1961. Eles buscavam um lugar para se fixarem e viverem do cultivo da terra.

As famílias se estabeleceram em sete colônias nipônicas, nos municípios de Curitibanos, Frei Rogério, São Joaquim, Lages, Joinville, Caçador e Florianópolis.

Atualmente, o Brasil possui a maior comunidade japonesa fora do Japão, com aproximadamente 2 milhões de descendentes.

Os imigrantes japoneses trouxeram significativas contribuições econômicas e culturais. Na agricultura, destacam-se no cultivo de hortaliças, frutas e flores, implementando técnicas agrícolas avançadas. Além disso, desenvolveram indústrias pesqueiras e agroindustriais, fortalecendo a economia local.

Culturalmente, a influência japonesa é notável em festivais, culinária, artes marciais e celebrações como o Hanamatsuri e o Tanabata Matsuri. A introdução do sushi, tempurá e outras iguarias japonesas enriqueceu a gastronomia brasileira. Além disso, as artes marciais como o judô, karatê e kendô são amplamente praticadas, promovendo disciplina e saúde.

Na região do Planalto Norte Catarinense, os japoneses também deixaram sua marca na diversificação agrícola e cultural. Além disso, influenciaram práticas agrícolas sustentáveis e integraram técnicas modernas, promovendo uma transformação significativa na economia local. Neste Dia Nacional da Imigração Japonesa, é momento não apenas de reconhecer e celebrar suas valiosas contribuições para o desenvolvimento multifacetado do Brasil, mas também o grande valor cultural que agregaram ao país!