Empregos: Santa Catarina criou quase 14 mil em março

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes ao mês de março deste ano foram positivos para Santa Catarina. O estado ficou com o saldo de 13.892 empregos no período, com destaque para os setores de serviços e indústria. Com isso o total de carteiras assinadas passa de 2,5 milhões.

A diferença no número de contratações (149 mil) e desligamentos (135 mil) resulta no saldo positivo. O setor de serviços lidera o levantamento com a criação de 7.112 vagas de emprego. Em segundo lugar aparece a indústria, que gerou 4.697 novos postos.

Na divisão por gênero, as mulheres foram maioria nas contratações de março: 6.988 delas conseguiram um emprego formal. Enquanto os homens responderam por 6.904 admissões.

O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Serviço, Silvio Dreveck, atribuiu o crescimento registrado no estado ao excelente desempenho dos setores de indústria e serviço. Mais uma vez, esses setores lideraram o ranking de empregos formais. Na indústria, os segmentos têxtil, construção e automotivo se destacaram. Além disso, o setor de serviços desempenhou um papel crucial, especialmente devido à movimentação de turistas durante a Estação de Verão.

Postos por setor

  • Serviços: 7.112
  • Indústria: 4.697
  • Comércio: 1.729
  • Construção: 1.379
  • Agropecuária: -1.026
  • Não identificado: 1

Trabalhadores por faixa etária

  • Até 17 anos: 3.357
  • 18 a 24 anos: 6.578
  • 25 a 29 anos: 1.708
  • 30 a 39 anos: 1.437
  • 40 a 49 anos: 1.130
  • 50 a 64 anos: -67
  • 65 anos ou mais: -251