Gripe ou Resfriado? Veja a Diferença e o que Fazer

Com a chegada do inverno, é comum surgirem sintomas como espirro, coriza, tosse e dor de garganta. Mas como saber se é gripe ou resfriado? O pneumologista Luiz Ricardo Melo, da Sociedade Brasileira de Pneumologia (SBP), ajuda a esclarecer as diferenças.

Gripe x Resfriado

Ambas as doenças são causadas por vírus e apresentam sintomas semelhantes, mas diferem em intensidade.

Resfriado:

  • Causado por mais de 100 tipos de vírus, como rinovírus e metapneumovírus.
  • Sintomas leves como espirros, tosse, coriza e dor de garganta.
  • Incomoda, mas não incapacita a pessoa.

Gripe:

  • Sintomas mais intensos e repentinos.
  • Principais vírus: Influenza e Sars-CoV-2.
  • Sintomas incluem espirros, tosse, dor de garganta, dor no corpo, febre, fadiga e falta de apetite.
  • Pode derrubar a pessoa, impedindo-a de seguir com a rotina diária.

Identificando a Gripe

A gripe é marcada pela intensidade dos sintomas, que podem incluir febre alta e dor no corpo generalizada. A gripe também pode evoluir para complicações mais graves, como pneumonia, e requer maior atenção médica.

O que Fazer?

Luiz Ricardo Melo destaca a importância do acompanhamento médico, já que a gripe pode evoluir rapidamente. Automedicação é contraindicada.

Tratamento da Gripe:

  • Os médicos recomendam medicamentos antivirais, como oseltamivir (Tamiflu), para combater o vírus Influenza A e B.
  • Inicie o tratamento o mais rápido possível para evitar complicações.

Tratamento do Resfriado

O resfriado, por outro lado, é mais leve e raramente causa febre. O tratamento é focado nos sintomas.

Tratamento do Resfriado:

  • Analgésicos e antitérmicos, como paracetamol e dipirona, ajudam a aliviar febre e dor no corpo.
  • Utilize Soro fisiológico para lavagem nasal em casos de congestão.

Além disso, durante o inverno, é essencial prestar atenção aos sintomas e procurar orientação médica para determinar o tratamento adequado, garantindo uma recuperação rápida e segura.