Pinguins em SC: Primeiros Visitantes já chegaram

A temporada de pinguins no litoral de Santa Catarina começou, marcando o inverno na região. Essas aves, principalmente os pinguins-de-Magalhães, migram da Patagônia argentina em busca de alimentos e águas mais quentes, segundo a Associação R3 Animal.

Pinguins apareceram em Florianópolis no último fim de semana.

Quando o inverno começa, os pinguins deixam suas colônias reprodutivas e nadam até as costas Sul e Sudeste do Brasil. Além disso, em Santa Catarina, a espécie mais comum é o pinguim-de-Magalhães. (Spheniscus magellanicus). A maioria dos pinguins que aparecem nas praias catarinenses são juvenis, enfrentando sua primeira migração. Muitos chegam cansados e desnutridos devido à longa jornada.

Essas aves também enfrentam vários obstáculos, como interação com outros animais, redes de pesca e lixo marinho. O Projeto de Monitoramento de Praias cuida dos pinguins machucados que chegam à costa. O primeiro pinguim da temporada foi encontrado em Balneário Barra do Sul em 30 de abril e, em seguida, recebeu atendimento médico.

Se encontrar um pinguim na praia, siga estas orientações da Associação R3 Animal:

  • Não se aproxime se ele estiver nadando, ele pode estar saudável.
  • Contate o Projeto de Monitoramento de Praias pelo telefone 0800-642-3341 se o pinguim estiver morto ou debilitado.
  • Não force o pinguim a entrar no mar, ele pode estar cansado e também debilitado.
  • Não coloque o pinguim em contato com gelo, animais debilitados têm dificuldade em manter a temperatura.
  • Além disso, afaste animais domésticos que podem ferir o pinguim.
  • Evite tocar no pinguim, acomode-o em local seco e aquecido se necessário.
  • Use luvas de látex e máscara facial para qualquer contato e descarte-as após o uso.