Servidores em Greve: Impactos nas Instituições Federais de SC

Servidores de quatro instituições federais de ensino em Santa Catarina estão em greve. Na Universidade Federal (UFSC), o movimento começou em 11 de março, com a paralisação dos técnicos-administrativos. Os professores não aderiram ao movimento.

IFSC

Já no Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), os professores e técnicos paralisaram as atividades na terça-feira (9). No Instituto Federal Catarinense (IFC), servidores estão em greve desde 9 de abril.

NA UFSC

Na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), os técnico-administrativos estão de greve desde 18 de março. Os docentes não aderiram ao movimento (veja a lista da situação das instituições mais abaixo).

Dentre as pautas defendidas, está a campanha salarial de professores das universidades federais, que se unem à mobilização nacional para contestar a proposta apresentada pelo governo federal de reajuste de 0% em 2024 e de 9% a ser pago em duas parcelas em 2025 e 2026.

O que diz o governo?

UFSC

A greve dos servidores Técnico-Administrativos em Educação (TAEs) impacta alguns serviços da universidade nesta segunda.

Campus de Florianópolis: Agência de Comunicação com atendimento parcial, biblioteca somente com salas de estudo individual abertas. Outros setores aderiram (veja a lista completa no site https://noticias.ufsc.br/2024/04/confira-os-setores-da-ufsc-que-estao-impactados-pela-greve/;

  • Campus de Araranguá: alguns setores estão impactados pela greve;
  • Campus de Blumenau: alguns dos serviços de comunicação prestados estão suspensos;
  • Campus de Curitibanos: alguns setores aderiram à greve;
  • Campus de Joinville: alguns setores aderiram à greve.

IFSC

Em boa parte do campus, as aulas estão mantidas em sua maioria, com serviços de atendimento ao estudante e administrativos paralisados total ou parcialmente, segundo a instituição. Apenas o câmpus Xanxerê, no Oeste, está totalmente sem aulas. A situação atualizada pode ser atualizada no link https://www.ifsc.edu.br/greve.

IFC

Abelardo Luz: Aulas Mantidas

Araquari: Página: aulas dos cursos técnicos integrados estão suspensas por tempo indeterminado;

Blumenau: suspensão das aulas dos cursos do Ensino Médio Integrado

Brusque: aulas suspensas;

Camboriú: aulas e atividades previstas no campus serão mantidas com informações enviadas aos estudantes;

Concórdia: suspensão de aulas dos cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio e de Graduação a partir de 15 de abril;

Ibirama: aulas Mantidas;

Luzerna: aulas Mantidas;

Rio do Sul: suspensão por tempo indeterminado das atividades letivas dos cursos técnicos integrados ao ensino médio;

Santa Rosa do Sul: compete a cada servidor a decisão pela adesão ou não à greve;

São Bento do Sul: aulas dos cursos técnicos integrados e graduação com horários reduzidos

São Francisco do Sul: aulas Mantidas;

Sombrio: decisão de aderir ou não à greve cabe a cada servidor;

Videira: aulas Mantidas.