Três em cada dez brasileiros devem pagar contas do início do ano com Pix, revela estudo

Três em cada dez brasileiros devem pagar as contas do início do ano — como IPTU, IPVA e matrículas escolares — usando o Pix. É o que revela uma pesquisa realizada pela fintech Koin, especializada em soluções de “Buy now, pay later” (“compre agora, pague depois”, em tradução livre).

O sistema é a principal opção de pagamento para 26,7% dos brasileiros, segundo o levantamento. O cartão de crédito vem em segundo lugar, com 21,1%. Já 14,4% vão parcelar no boleto e 14,2% vão pagar em espécie.

O Pix, criado pelo Banco Central, completou 3 anos no último dia 11 de novembro com mais de 155,8 milhões de usuários cadastrados e R$ 29,7 trilhões movimentados.

Ainda de acordo com o estudo, quase metade das pessoas (45%) esperam desembolsar mais de R$ 3 mil no período. Para 19,8%, a expectativa é gastar entre R$ 2 mil e R$ 3 mil. Já os que vão gastar entre R$ 1 mil e R$ 2 mil são 17,5%. Outros 8,8% devem desembolsar entre R$ 501 e R$ 1 mil.