Erva-Mate: Os destaques na Produção Nacional

Cuia e Mate

Hoje é DIA DO CHIMARRÃO! Tome um mate enquanto aproveita a matéria!

Histórica e economicamente relevante, a erva-mate é importante para muitos municípios do Sul do Brasil.
Atualmente, é o principal produto não madeireiro do agronegócio florestal regional. Embora o setor tenha enfrentado uma queda depois dos dias de “Ouro Verde”, recentemente mostra sinais de revitalização.
A composição química da erva-mate, rica em compostos benéficos ao organismo, sugere diversas aplicações que podem ampliar seu mercado e valor agregado.

Erva mate
Chimarrão muito apreciado em todo sul do Brasil/Internet
Importância de Canoinhas e Região para a Erva-Mate

Canoinhas se destaca como líder na produção de erva-mate em SC, com 7.502 toneladas anuais. A região também lidera, totalizando 27.735 toneladas. Essa produção não só impulsiona a economia local, mas também preserva a identidade cultural da cidade, com décadas de história na atividade.

As condições climáticas e geográficas favorecem o cultivo, com destaque para a abordagem sustentável adotada pelos produtores. A prática de cultivar sob a sombra das árvores nativas preserva conhecimentos ancestrais e resulta em uma erva-mate mais doce e de melhor qualidade.
Esse compromisso com a qualidade e a expansão da produção solidifica Canoinhas como um polo agrícola de destaque.

Comitiva Paraguaia
Comitiva do Paraguai Epagri/Divulgação

A produção em Canoinhas é tão valorizada que em 2023 Uma comitiva do Paraguai conheceu as pesquisas da Epagri com produção de erva-mate. Foram 17 pessoas, entre técnicos, agricultores e representantes da indústria, que visitaram a Estação Experimental da Epagri em Canoinhas.

Paraná lidera a produção nacional

O Paraná lidera a produção nacional de erva-mate com impressionantes 87,4% da produção nacional*, dez cidades se destacam como grandes produtoras.
Cruz Machado, por exemplo, lidera com mais de 115 mil toneladas produzidas em 2021*. A exportação de erva-mate do Paraná cresceu significativamente em 2021*, atingindo um valor bruto de produção de mais de um bilhão de reais.

Além de sua tradicional utilização no chimarrão, a erva-mate também é matéria-prima para cosméticos e produtos farmacêuticos. Seu potencial está sendo reconhecido globalmente, expandindo suas fronteiras além das fronteiras brasileiras. Empresas brasileiras estão explorando novos mercados, como o americano, onde a erva-mate é utilizada em indústrias cosméticas.

Assim, a erva-mate não só continua sendo uma tradição cultural no Sul do Brasil, mas também é uma importante commodity com potencial para impulsionar a economia regional e nacional, enquanto oferece uma variedade de oportunidades para inovação e diversificação de produtos.

*Dados do IBGE